quarta-feira, 3 de abril de 2013

Nicholas Sparks



Eu acredito que amor eterno exista. Mas não acredito que a paixão esteja sempre lá em cima. Se estas casado há muito tempo, a paixão diminui, voltas a apaixonares-te, depois ela volta a diminuir. Faz parte dos ciclos da vida, por assim dizer. Mas eu acredito em casais que se amam para sempre. Talvez o amor mude da juventude, quando é cheio de paixão, empolgação para a maturidade, quando é mais conforto e familiaridade. Qual deles é melhor? Não há um melhor. Amor é amor, e ele oscila.

Sem comentários: