sábado, 4 de maio de 2013

de: meu coração


-Estou cansaço, diz ele - (não liguei porque ouvi isso umas vezes sem conta) mas desta vez é ele próprio que fala para quem me esta a ler...
Repete o cansaço e acaba na amargura. Sou bom de mais para ser sempre magoado. Sou bom demais para perdoar tudo. Há quem não me perdoe. Há também quem não me perceba e tenha a coragem para me julgar...não estou minimamente preocupado, acho apenas...injusto. Cansaço é o nome pelo qual todos me conhecem, não só por isto nem por aquilo por tudo...cansaço. Encontro-me neste momento ileso, triste e sem mais para escrever. Desta vez não penses por mim Mónica- disse ele.

Sem comentários: