segunda-feira, 15 de julho de 2013

Plenitude


Quando tu sorris, eu perco a noção de tudo e qualquer coisa. Fico naquela de não saber se junto o meu sorriso ao teu ou se repouso os meus olhos nos teus e fico, por segundos, te contemplando. Quando tu sorris, o mundo inteiro deixa de existir e, a minha vida, ganha mais vida. Torna-se tua, como eu sou

Sem comentários: