terça-feira, 26 de novembro de 2013

Restos de um naufrágio


Vim te pedir que fiques. Que compreendas, aceites, releves, ajudes, consertes. Que não se aborreça por tão pouco, que não deixe que tudo o que somos acabe por um motivo tão tolo. Que seja sempre eu os motivos do teu riso, que seja sempre nós o sentido da palavra felicidade. Que eu seja a tua segurança quando tiveres medo, que quando existir saudade meus braços sejam o teu refúgio de onde sinta vontade de ficar e nunca mais sair. Que a tua voz mansa seja a minha canção favorita, que o teu sorriso envergonhado seja o motivo mais bonito para chamar o meu. Que sejas sempre seja a luz do meu caminho que me guiará na escuridão, Que permaneças sempre ao meu lado. Porque tu sem mim não és nada, e eu não existiria se não fosses tu.

26-11-2010

Sem comentários: