quinta-feira, 30 de setembro de 2010

quarta-feira, 29 de setembro de 2010

Por vezes mais vale desistir do que insistir..


Estou cansada de sonhar, de desejar, de te querer e não te ter, de nunca saber se pensas ou não em mim, se à noite adormeces com saudades. Depois de todas as palavras e de todas as esperas, fiquei sem armas e sem forças. Sobra-me apenas a certeza de que nada ficou por fazer ou dizer, que os sonhos nunca se perderam, apenas se gastaram com a erosão do tempo e do silêncio.

Margarida Rebelo Pinto

sábado, 25 de setembro de 2010

(...)


I wish I was the verb to trust and never let you down!...

Pearl Jam

quarta-feira, 22 de setembro de 2010

" Um amor não pode pertencer a duas pessoas, por muito que o queiramos."



«...Só tenho pena de não ser dona do tempo, porque houve momentos que, se pudesse, teria vivido mais vezes ou mais devagar, como quem saboreia um chá de menta, ao fim da tarde, no largo da Igreja a ouvir os sinos. E como escrever é a melhor forma de falar sem ser interrompido, digo-te agora e sem rodeios, fica comigo mais uma vez, vem rir do mundo e adormecer nos meus braços, abrir o teu coração e sonhar acordado, vem ter comigo hoje, porque eu quero lançar outra vez os dados e aposto que vai dar seis e seis outra vez, porque os dados nunca se enganam...»

Margarida Rebelo Pinto

domingo, 19 de setembro de 2010

eu, TU , ele, NÓS, vós, eles!

sexta-feira, 17 de setembro de 2010

Para mim... Chega!


Para mim chega, enchi-me. Enchi-me de tudo. Não percebo dou um passo para a frente de dois para trás, e vêm com a historia de que é o destino, sabendo que o destino somos nos que o fazemos. Gostava que todas as pessoas importantes da minha vida, ficassem comigo para sempre, mas não. Só aparecem para nos testar. Sinceramente boa viagem para os que vão e para os que ficam, aos que se esqueceram de mim, e aos que nunca o farão. Enchi-me de tudo! A sorte não ronda a minha bolha um segundo. Onde estas tu quando eu mais preciso? Quando aquele olhar me deixa retida, a aqueles suspiros que me cortam a respiração? Só quero respirar com vontade. Para mim chega! Dói-me a alma e tudo o que a sustenta. Alguém que baixe a densidade da realidade!

terça-feira, 14 de setembro de 2010

O que há em mim é sobretudo cansaço.


O que há em mim é sobretudo cansaço
Não disto nem daquilo,
Nem sequer de tudo ou de nada:
Cansaço assim mesmo, ele mesmo,
Cansaço.

Há sem dúvida quem ame o infinito,
Há sem dúvida quem deseje o impossível,
Há sem dúvida quem não queira nada -
Três tipos de idealistas, e eu nenhum deles:
Porque eu amo infinitamente o finito,
Porque eu desejo impossivelmente o possível,
Porque eu quero tudo, ou um pouco mais, se puder ser,
Ou até se não puder ser...


Álvaro de Campos


domingo, 12 de setembro de 2010

" Quando somos honestos, ou estamos apaixonados, é apenas um que se pretende"



Não te percebo, és especialista em antecipar problemas e tu sabes que és assim. Tens que viver com mais calma, um dia de cada vez, como eu, vivo tão intensamente cada momento que chego atrasada ao próximo. Como eu digo, o que é preciso é ter calma. Não vivas assim. Faz-te mal. Tens de perceber que bom mesmo é o princípio porque logo a seguir começa o fim. Tens de perceber que é preciso deitar tudo fora, tudo por terra, não deixar pedras sobre pedras, tens que enterrar a dor para começar tudo de novo, começar do zero, fazer luto de um sentimento, para assim começar outro. Não te chateies com coisinhas sem importância, nem com coisas da vida, porque na vida, temos todo o tipo de situações, e nós aprendemos as nossas licõezinhas e, em princípio crescemos. Preocupa-te e chateia-te só com o que podes resolver…eu vivo assim, e finalmente abriu-se as portas da felicidade, e fechou-se a das possibilidades.